sábado, 20 de dezembro de 2008

S. Silvestre para trás, S. Silvestre para a frente …

.
… e que tal um curto resumo acerca da sua origem?

Idealizada pelo magnata da imprensa Cásper Líbero, e realizada pela primeira vez no dia 31 de Dezembro de 1925 em S. Paulo, Brasil, tem-se realizado ininterruptamente desde então, sobrevivendo a todo o tipo de adversidades, incluindo a segunda grande guerra.

Corrida inicialmente reservada a atletas brasileiros masculinos residentes em S. Paulo, e com distância inicial de 8,8 km, a qual tem vindo a sofrer alterações ao longo dos anos, tendo-se em 1991 fixado em 15 km, distância que se mantém até aos dias de hoje.

A corrida feminina – iniciada apenas em 1975 (Ano Internacional da Mulher) – teve também várias distâncias até que desde 1993 se fixou igualmente nos 15 km.

Até 1988, a corrida teve sempre o seu início de noite, com o objectivo de que os primeiros classificados cruzassem a linha de chegada por volta da meia-noite

O primeiro português a vencê-la foi Manoel Faria, em 1956 e 1957, secundado por Carlos Lopes, em 1982 e 1984. O grande feito fica, no entanto, reservado para Rosa Mota, que venceu seis vezes consecutivas a edição feminina, entre 1981 e 1986. Também Aurora Cunha a venceu em 1988 (qualquer um destes 3 últimos atletas deram tiros de partida em provas em que participei este ano).

Entretanto, um pouco por todo mundo foram aparecendo provas de denominadas de S. Silvestre, realizadas em torno do dia 31 de Dezembro, sendo a distância mais generalizada a dos 10 km. Em Portugal, este ano, realizar-se-ão 24 provas.

Para quem tenha dúvidas acerca da popularidade da coisa, vejam o resultado de uma busca no google:

9 comentários:

Stéphanie Perrone disse...

Aqui na minha cidade, Porto Alegre, é o quarto ano que vai ter uma São Silvestre. A distância é de 7km e a largada as 16h30 do dia 31 de dezembro.

Stéphanie
http://tephyperrone.blogspot.com

João Meixedo disse...

Uma bela cidade, que tive oportunidade de visitar há 2 anos.
Espero que você participe na prova.
Até breve.

Anónimo disse...

Olá João
não vale tirar uma "vitória" à nossa menina da foz, foram 6 consecutivas (1981 a 1986).
O meu último post de 2007 foi exactamente sobre a São Silvestre de São Paulo.
Há 2 anos fiz a São Silvestre da Amadora, o ano passado repeti a Amadora e fui à Lourinhã, este ano vou a Lisboa (claro) e aos Olivais.
Boas corridas.
Aproveito tambám para agradecer as visitas lá no blog e as palavras.
Abraço,
António Almeida

João Meixedo disse...

Obrigado amigo António; eu de facto tinha escrito 1981 a 1986, mas depois cinco em vez de seis vezes. Nunca fui muito bom nestas coisas da matemática, ah ah ah.
Um abraço.

Edgard Neto disse...

Olá Joao..
Legal esse seu post, contando a historia da prova e os corredores portugueses que foram vitoriosos...
mais legal voce ter corrido com eles dando a largada, mostra que eles estao na memoria de voces e sao valorizados como grandes atletas que foram.. aqui no brasil ainda temos que aprender a valorizar mais nossos atletas, muitas vezes isso só acontecem depois que eles morrem, uma pena...
Abraços

João Meixedo disse...

Estão vivos e de boa saúde, Edgar. Pelos menos a Rosa Mota e a Aurora Cunha ainda treinam e correm parte das provas que apadrinham.
Haveria muito mais que dizer acerca da prova e de outros grandes campeões - lendas mesmo - que a venceram, mas tento não me esticar muito nos posts, para que não sejam maçadores.
Abraço.

joaquim adelino disse...

Olá João
que lhe corram bem as S.Silvestre
que vai fazer.
Eu fico-me aqui pela região de Lisboa, e vou fazer asmesmasque o António Almeida.
Aproveito para lhe desejar Festas felizes.
Um abraço

João Meixedo disse...

Obrigado Adelino.
Muito boas provas para si e para o António.
Em Janeiro cá estaremos para conferir rsultados.
Um abraço.

alerts disse...

mayor486
mill3546
owl8642
own78524
poesy4862