domingo, 7 de março de 2010

Maratona de Paris – dia zero

Poupo-vos a mais lamentos sobre como a falta de tempo, as lesões e os tendões, as gripes e as constipações me fizeram reconsiderar Paris; até que um amigo pôs hoje termo aos meus carpidos.

Pois é, diz o povo na sua imensa ignorância que eles são para as ocasiões e foi o que aconteceu: o Vitor apareceu-me hoje à porta de casa com um ultimato e lá fui eu, 14 dias depois do último treino, arrastar-me durante mais de hora e meia ao longo do magnífico Douro.

Bom, uma vez que estamos a exactamente 5 semanas da Maratona, já não vale a pena tentar qualquer programa de treinos, pelo que vou fazer o contrário: treinar quando e como puder, anotando tudo. Se no dia 11 do próximo mês conseguir concluir a Maratona, passo-vos o miraculoso e não menos famoso programa de treinos do Meixedo, ou como fazer uma Maratona treinando apenas 5 semanas.

Amanhã acordo às 7:00 e chego a casa pelas 23:30, mas na terça a ver vamos se arranjo um buraco no horário para treinar.

Obrigado, Vitor.

15 comentários:

Rui Pena disse...

Vamos lá Meixedo...


Força nisso.


Abraço,

Rui

João Paulo Meixedo disse...

he he, ou vai ou racha!
Um abraço.

MPaiva disse...

É assim mesmo! Desta vez até tens sorte porque não vais ter um chato a travar-te o ritmo durante uns 30 Km!!!!

Força nisso!

abraço
MPaiva

luis mota disse...

Grande João!
Agora é que a coisa vai.
A metodologia é fácil. Ir aumentando as cargas de forma progressiva e efectuar pelo menos uma corrida de tempo entre 1.45/2.15 por semana. Assim teremos o Leão a passar a meta com a classe que nos habituou.
Grande abraço companheiro.
Luís mota

Novais disse...

Quem te conhece sabe bem que, sem treinos ou com treinos a tua força de vontade consegue superar tudo, na primeira que fizeste também não treinaste especificamente para ela e foi o que se viu.
Com um pouco de empenho durante o tempo que falta vai ser de certeza o suficiente.
Tens que aproveitar a onda de vitórias do leão.
Abraço
Novais

Nuno disse...

Ola Agora é a todo gas ate dia 11 abril
Força
Abraço
Nuno

Vitor Dias disse...

Caro amigo

Foi um óptimo dia zero e vai ser um óptimo dia 11 de Abril.

Prepara-te porque no próximo fim de semana bato-te à porta outra vez.

Não vou deixar que a preguiça seja a tua pior aliada.

Prepara-te durante a semana que domingo aumentaremos o ritmo :-)

1 abc

João Paulo Meixedo disse...

Ó Miguel, como diria o Francisco: é é!
Grande abraço.

João Paulo Meixedo disse...

Agradeço o incentivo, Luis.
A coisa vai. Bem, ainda não vai mas há-de ir.
Grande abraço.

João Paulo Meixedo disse...

Caro amigo Novais, não fazia treino específico mas fazia treino. E mais a mais tive a companhia de 3 amigos, nos quais te incluis, durante toda a prova.
E a tua recuperação? Já estás apto?
Grande abraço.

João Paulo Meixedo disse...

Obrigado, Nuno; a todo o gás não será, mas será como tiver que ser.
Um abraço.

João Paulo Meixedo disse...

Conto contigo, caro Vitor.
Vê lá a responsabilidade que foste arranjar.
Aquele abraço.

joaquim adelino disse...

Caro amigo, a vontade move montanhas e os amigos estão aí para ajudar essa luta. Acredito que não são "lamúrias", mas sim uma manifestação de incapacidade de se fazer o que acha necessário para concretizar os objectivos traçados. Não sendo uma prioridade de vida, nem cairá ninguém em desgraça, a Maratona de Paris não passa disso mesmo, uma Maratona, que deve ser vencida com as armas que estiverem ao nosso alcance, se forem fracas levamos mais tempo a vencê-la, se forem fortes então o combate será mais fácil e o inimigo cederá mais terreno e em menos tempo.
E é com este pensamento positivo que devemos chegar ao dia 11 de Abril (se não estou em erro) e partilho também do mesmo sentimento pois nesse dia também tenho um osso duro de roer, a Maratona Carlos Lopes. Com calma vamos lá e fazendo aquilo que for preciso, possível e com confiança.
Um abraço.

João Paulo Meixedo disse...

Olá amigo Joaquim.
A maturidade dá-nos outra visão das coisas, não é? Sábias palavras.
Pois já soube que o meu amigo se vai abalançar, no mesmo dia, a mais uma maratona.
Isso é que é força e coragem.
Um grande abraço,
João

Mark Velhote disse...

Ora viva!

Podias ter vindo à Póvoa e ainda batias o record sem treinar, ou a treinart pouco vá.
Isto do " descanso tb é treino" é bastante verdadeiro! eheh

Abraço