sábado, 4 de abril de 2009

Dia 1 (2 Abril) - Até Sumol havia

Deitar à uma, acordar às cinco.
.
Aeroporto. Encontro casual com o meu amigo Jorge, de partida para uma aventura no Ártico.
.
Escala em Madrid. Longa se torna a espera. Finalmente a bordo, e guardando para mais tarde a National Geographic que me chegou ontem pelo correio, folheio a revista de bordo enquanto espero pelo "muy buenas tardes, lhes lhama el comandante blá, blá, blá ...".
.
Deparo-me com o horóscopo, eu que só tenho uma certeza nesta vida: a de que de que tudo o que tombe neste mundo é apenas fruto da razão e da emoção, não deixo ainda assim de deitar o olho ao Zandinga lá do sítio:
.
"This month do exercise to strong tensions. Enjoy what you have, whether at home or travilling overseas" (moento zen do dia).
.
Deixando para trás os pormenores de uma ensardinhada viagem de 8 horas de um tipo de 1,90m, passemos ao filme que constitui o desmbarque em terras de Archie Bunker:
No final da manga que nos vomita para fora do avião, deparo-me logo com uma gigantesca bandeira do país anfitrião - nada que não tenha visto já em países árabes.
O controlo de pasaportes é surreal: impressões digitais, leitura e gravação da retina, "o que é que foi fazer à Tunísia", "e ao Brasil", ..., "vai ter que passar a uma segunda fase d controlo de entrada" isto é pessoal que acredita mesmo no lobo mau! Entro numa sala cheia de polícias e e hispânicos. "- o que o traz aos States?" Pôrra, até que enfim, estava a ver que ninguém me perguntava! "- I came for the Boston Marathon". Tudo mudou: carimbo de imediato, "quanto tempo faz?", "quanto tempo treina?", "wellcome to the Sates", "boa prova" e siga marinha sem abrir malas nem nada. Estes romanos são loucos!
.
Quadro completo, entrada no segundo nível. Lá estava o Paulo à nossa espera e Boston também.
Segundas impressões: carros monstruosos - tudo diferente, engarrafamentos - tudo igual, condutores bem comportados - tudo diferente, prima do Paulo a conduzir à moda lusa - tudo igual.
.
Ao fim de 45 minutos já estamos numa zona rural, com os tios do Paulo e restante família à nossa espera na sua magníica casa no meio do bosque. Recebidos preincipescamente como só os portugueses longe da pátria o sabem fazer. Depressa me esqueci que estava fora de Portugal: casa decorada à moda lusa, comidinha magnífica, excelente maduro tinto portguês; até Sumol havia, para os miúdos. Findo o repasto e após 22 horas sem pregar olho, lá me fui deitar.

10 comentários:

joaquim adelino disse...

Quem disse que era fácil chegar aí?
O chefe daí quando vem à Europa é sempre muito bem guardado, então eles fazem questão de retribuir, não é? Recebem bem e em segurança, até se esmeram ao quererem saber o que andou a fazer fora daí, não vá o diabo tecê-las.
Agora que está no "paraíso" aproveite bem a estadia e que a Maratona lhe corra como melhor desejar.
Abraço.

luis mota disse...

Olá João!
Estou extremamente contente com o que li. Já sabe que, a Maratona da Boston, é um sonho que quero realizar.
Tenho muita gente querida em “Fall River – Boston”.
Vou acompanhar pormenorizadamente a vossa aventura. Com o apoio desses maravilhosos portugueses que os acolhem a vossa maratona vai ser um estrondoso sucesso.
Forte abraço para todos,
Luís Mota

Fernando Andrade. disse...

Grande João.
Fiquei contente por saber que o participar na Maratona de Boston, facilita a entrada nos States. É um sinal da importância que é dada ao evento e de que se considera que quem vem participar na Maratona vem por bem. Não sei é se será eficaz pensar que é impossível a um "terrorista" vir disfarçado de corredor,eheheh.
Grande abraço, amigo Meixedo e... já sabe, espero que a Prova e a sua estadia por aí, lhe corra como desejar.

MPaiva disse...

João,
Bela crónica de viagem essa! Fez-me lembrar umas crónicas do Ferreira Fernandes há uns quando de visita, precisamente aos EUA!

Boa estada!

abraço
MPaiva

Mark Velhote disse...

Depois do post "à Saramago" esta crónica do Sumol é um verdadeiro tratado!! :D

A Aventura promete!
Gostei de ler! Queremos mais!!

Abraço

Carlos Lopes disse...

João, faz uma boa prova

Novais disse...

a continuares a escrever a sim os posts ainda vai sair um romance. Aproveita para fazer uns treininhos cuidado com o maduro tinto e de preferência com palmilhas.
Abraço

Anónimo disse...

Bons treinos por aí-Boston.
Recebi um e-mail do Luis Sousa com o seu contacto de TM, mas não consegui a ligação.
Também estou inscrito na Maratona.
Carlos Jesus-naalagos@gmail.com

Anónimo disse...

Dear Friend,

How are you feeling?
Are you running a lot? May be you are a little bit tired but you are strong Portugueses men...and of course you would like to bring a good result to Portugal. I and Paula we are always thinking about all of you and imagine how you are enjoying.
And what about Francisco? Is he running with you and your friend (by bycyle of course ...)
We would like to wish you all a wonderful stay in Boston.
Good luck.
Cheers
Paula and Alberto Tavares

João Meixedo disse...

Caros amigos,
Agradeço a todos as vossas palavras. Desculpem não responder personalizadamente a cada um, mas o acesso à net não está fácil.
Não estou a conseguir a crónic seguinte.
Até breve.