terça-feira, 19 de outubro de 2010

A queda de um mito


Afinal aquela história dos africanos serem mais dotados … para o atletismo, tem muito que se lhe diga.

7 comentários:

joaquim adelino disse...

Hehehe, o rapaz preocupado com os festejos da vitória no regresso a casa não olhou a meios, só que a farra saiu-lhe bem cara. Saúde-se a sinceridade.
Abraço

Erwin Rudolf J. A. Schrodinger disse...

Não se deve tomar a excepção pela regra...
O jovem atleta, do "maior pais do mundo", devia pensar menos com a cabecinha e valorizar a "endurance" e a "performance" mais do que o tamanho da ferramenta,
no entanto, há quem diga que o material tem sempre razão, se calhar
tem mesmo.

João Paulo Meixedo disse...

É verdade, caro Joaquim, o moço foi com demasiada sede ao pote e ... foi o que se viu. Ou antes, o que não se viu :)

João Paulo Meixedo disse...

Pois é, Erwin, o herói de pés de barro já deveria saber que as ferramentas não se medem aos palmos ... é aos centímetros; ou, no caso presente, aos milímetros.

joaquim adelino disse...

Caro amigo João, quero deixar aqui uma palavra de incentivo para a Maratona de Domingo, como já disse anteriormente já ficava muito contente se me pudesse cruzar com vocês na Ponde D.Luís, mas qualquer local daquele bonito trajecto é bom para vos ver e poder também saudar.
Espero encontrá-lo na Pasta durante o repasto e conversarmos um pouco.
A malta que vai de Lisboa no Autocarro deve chegar por volta das 13 horas.
Abraço.

João Paulo Meixedo disse...

Caro amigo Adelino,
Não sei se consigo ir à Pasta Party porque o rapaz joga e tenho que o deixar no campo da Constituição às 14:30. De qualquer das formas, se quiser assistir a um Porto-Salgueiros, em sub10 obviamente :), tenho todo o gosto em ir buscá-lo às 15:00 ao palácio.
Um abraço.

joaquim adelino disse...

João, obrigado pela oferta, mas a essa hora é difícil, estamos em grupo e provavelmente a essa hora estamos a ser instalados no Hotel.
Abraço e até Domingo.